Carlos Malta e o Som Orquestral
Carlos Malta e o Som Orquestral

Foto por Marco Monteiro

Ao longo de sua trajetória Carlos Malta vem desenvolvendo um importante trabalho junto a grupos sinfônicos. A obra sinfônica de Malta transborda a essência da natureza musical do Brasil. Os ritmos, as melodias e harmonias que inspiram esta rica paleta sonora carregam frescor e tradição. O músico considera o som orquestral a tradução do universo que soma potencialidades de diversas naturezas produzindo infinitas combinações de timbres e coloridos sonoros.

Atuou como solista, compositor e orquestrador junto a importantes grupos como: Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB/RJ), Banda Sinfônica do Estado de São Paulo (SP), Amazonia Jazz Band (PA), Royal Conservatory of Music Big Band (Dinamarca), Orquestra Jazz Sinfônica (SP), Orquestra a Base de Cordas (PR), Banda Euterpe Friburguense, Orquestra Sinfônica da Paraiba (PB), Orquestra Sinfônica de Brasília (DF), Orquestra Petrobras Sinfônica (OPES/RJ), com a qual orquestrou e solou de sua autoria, Rapsódia das Rochas Cariocas, em homenagem aos 450 anos do Rio de Janeiro, sob a regência do maestro Roberto Tibiriçá. Também já esteve sob a regência de nomes como Isaac Karabitchevsky, Roberto Minczuk, Helena Herrera, Abel Rocha,Jens Chappe Christensen, entre outros.

 

Orquestra Sinfônica Cesgranrio convida Carlos Malta



Foto por Bianca Pimenta


Sob a batuta de Eder Paolozzi ao lado do multi-instrumentista Carlos Malta, a orquestra executou "Sinfonia nº 7 em Lá Maior, op. 92", de Beethoven, e três composições autorais de Malta, "Rapsódia das Rochas Cariocas", “Rainha do Mar” e "Tupyzinho Sinfônico".



Desde 2015, a ORQUESTRA SINFÔNICA CESGRANRIO cumpre o papel social de conduzir jovens músicos à vida dos sentidos, despertando o potencial artístico, não só do seu corpo dos músicos, mas também da plateia por ela sensibilizada. Conduzida pelo Maestro Eder Paolozzi, a jovem Orquestra realiza um trabalho itinerante na busca por ocupar diferentes espaços da cidade, levando a música de concerto a novos ouvintes, de diversas idades e classes sociais. Em seus primeiros anos de vida, a Orquestra Sinfônica Cesgranrio recebeu alguns importantes nomes da música brasileira em um intercâmbio artístico entre o erudito e o popular. Carlos Malta é um dos grandes artistas convidados, como também Yamandu Costa e Hamilton de Holanda entre outros, que contribuíram para este trabalho de formação de plateia.

Veja a galeria clicando aqui

 

 

Banda Pequi, Lenine, Carlos Malta - Ao Vivo.



Foto por Marco Montenegro


O DVD Banda Pequi e Con­vidados Especiais – Lenine e Carlos Malta é o terceiro pro­duto da série Banda Pequi e Convidados Especiais e nos transborda de alegria e hon­ra por dividir o palco com es­ses dois grandes artistas brasi­leiros. Executar as canções do Lenine arranjadas por Carlos Malta é um grande presente e ao mesmo tempo um enorme desafio. É a recompensa pelos diversos anos de estudos, pes­quisas e buscas, consolidando o propósito de formar profis­sionais experientes e eficientes no cenário artístico musical. E ouvir Lenine interpretando suas lindas e geniais canções com os arranjos escritos exclu­sivamente para esse show por Carlos Malta evidencia a co­munhão sonora proposta nas linhas melódicas e harmôni­cas dos arranjos e nos trans­porta para ambientes sonoros inovadores e mágicos. É um momento único… é alegria e amor… é celebração!!

Esse show vem de encontro a uma antiga e constante soli­citação da sociedade em apro­ximar a universidade da comu­nidade e é também o Recital de Defesa, apresentado por Jarbas Cavendish ao curso de Mestra­do em Música da Escola de Mú­sica e Artes Cênicas da Univer­sidade Federal de Goiás, como requisito parcial para a obten­ção do título de Mestre em Mú­sica. Área de Concentração: Música na Contemporaneida­de. Linha de Pesquisa: Músi­ca, criação e expressão – con­trabaixo acústico. Orientadora: Profª. Drª. Sonia Ray.

Veja a galeria clicando aqui

 

 

Big Band do Real Conservatório de Música da Dinamarca – Aarhos.




Esta parceria entre Carlos Malta e esta fantástica Escola de Música, Dinamarca,  iniciou-se em 2004, a partir do convite do maestro e professor, Jens Chappe Christensen, para Malta fazer uma residência artística na Escola e implantar sua experiência em Música Brasileira, ministrando aulas/cursos para diferentes grupos de alunos e professores, abordando tanto o aspecto do instrumentista quanto o de compositor e arranjador.

As constantes colaborações desta parceria longeva deram frutos, ressaltando o CD “Live Brazil” (2009), com a participações dos grupos Pife Muderno e Monobloco; e o Concerto com o pianista e compositor dinamarquês, Thomas Clausen, Carlos Malta e RCM Big Band, sob a regência do maestro Chappe, em outubro de 21019, consolidando esta ponte, abrindo caminho para novos horizontes.

Veja a galeria clicando aqui